O TRABALHO ENTRE A VIDA E A MORTE

Norval Baitello Junior

Resumo


As raízes etimológicas das palavras que designam o trabalho trazem o registro de seu valor degradante. As sociedades modernas tiveram como sua primeira tarefa o culto ao trabalho como atividade enobrecedora. Para tanto, lançaram mão dos recursos eficazes da codificação do tempo entre a vida e a morte. O trabalho confere o sentido a este tempo, constituindo a atividade tradutora desta atividade em valores culturais.


Palavras-chave


Trabalho; trabalho como tradução de valores culturais; trabalho do sonho; trabalho do luto.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


________________________________________________________________________________________________________

Apoio:

 

Projeto História está indexada em: