Professoras "construtivistas" discutem coletivamente suas práticas de sala de aula

Marli André, Mary Júlia Dietzsch

Resumo


O presente texto objetiva discutir dados relativos às percepções e práticas de quatro professores que se autodenominam construtivistas. Focalizando especialmente a sala de aula como espaço de construção de leitura/escrita e das práticas avaliativas, foram feitas observações e registros de vídeos em duas salas de primeira e duas de segunda série do primeiro grau da rede pública do ensino paulista, durante o ano de 1994. Além disso foram feitas entrevistas individuais com as professoras observadas e sessões coletivas de discussões dos vídeos de suas classes. A análise conjunta dos vídeos enfatizou diferenças nas concepções e práticas construtivistas  e desencadeou um processo de reflexão e estudo sobre o papel do ensinar e sobre o potencial das interações sociais no processo de produção de conhecimento.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.