De observador a participante: considerações sobre a identidade do pesquisador

Carla Regina da Rocha Trindade, Maria Fernanda Alves Eustachio dos Santos, Marisa Todescan Dias da Silva Baptista

Resumo


Este artigo é produto de reflexões sobre uma pesquisa interventiva que foi realizada com grupos de professores em duas escolas públicas na cidade de São Paulo. Seu objetivo é demonstrar como o processo de interação estabelecido entre pesquisadoras e pesquisados contribui também para a constituição da identidade das pesquisadoras. Tomamos como referência Ciampa (1996), que contribui com a idéia de identidademetamorfose-emancipação, compreendida aqui como algo dinâmico, em permanente metamorfose. Observamos que o discurso dos professores nos faz oscilar entre diferentes sentimentos, o que inicialmente poderia dificultar a condução da pesquisa e resultar numa participação tendenciosa. Analisando as vivências conjuntas, os silêncios e as associações feitas pelos professores, avaliamos que a interlocução existente entre os pesquisadores e os pesquisados não representava apenas um obstáculo, mas também um instrumento que permitia que tanto pesquisadores como pesquisados, através da reflexão, pudessem se perceber como seres humanos inacabados, em processo de construção.

Palavras-chave


pesquisa interventiva; identidade do pesquisador, sentimento

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.