Relações de gênero e situações de violência no romance O Cortiço, de Aloísio Azevedo

Tânia Regina Zimmermann

Resumo


O Cortiço é considerado um dos exemplos de expressão do Naturalismo brasileiro do final do século XIX. Este romance constróiuma narrativa sobre a formação de cortiços, ambições pessoais, amplas contradições relacionadas ao acesso à riqueza, a exploração de trabalhadores e busca por status social. No texto conjecturam-se conflitos entre diferentes grupos e pessoas os quais perpassam as relaçõesde gênero e revelam também a conformação de novas vivências nestas relações. Embora este tipo de narrativa vislumbre olhares sobre o cotidiano do período, o mesmo está preso por determinado discurso sobre o meio social e de sobremaneira sobre as relações étnicas e de gênero como, por exemplo, os corpos que importam no romance são o do português viril e da brasileira sensual.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.