Os Brasis de Graciliano Ramos e Nelson Pereira dos Santos: Vidas Secas da literatura ao cinema

Ailton da Costa Silva Junior

Resumo


Este artigo analisa alguns dos diferentes aspectos que vieram a despertar no cineasta paulistano Nelson Pereira dos Santos o interesse pela obra literária de Graciliano Ramos, tendo-o permitido refletir sobre a região nordeste para a elaboração de seu longa-metragem Vidas Secas (1963). Procura-se, portanto, evidenciar alguns aspectos de criação da película, bem como o diálogo entre a literatura regionalista de 1930 e o Cinema Novo.


Palavras-chave


Vidas Secas; Nelson Pereira dos Santos; Graciliano Ramos; Literatura; Cinema.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.