As Representações do Corpo Feminino no cinema de Hollywood: uma leitura imagética de Marilyn Monroe no star system da década de 1950

Yvone Dias Avelino, Marcelo Flório

Resumo


O objetivo do artigo é analisar as representações imagéticas do corpo feminino, com base no estudo das personagens interpretadas por Marilyn Monroe e tematizadas nos filmes do cineasta Billy Wilder de meados dos anos 1950, “O Pecado Mora ao Lado (1955)” e “Quanto mais quente melhor” (1959), que foram escolhidos por revelarem com mais intensidade a atriz em atuações que interseccionam os ideais do belo, sedução e ingenuidade e em filmes que contribuíram para a mitificação da estrela de cinema no imaginário ocidental.

Palavras-chave


Cinema de Hollywood; Corpo Feminino; Representação

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.