O outro lado do sonho em Morangos Silvestres

Eduardo Peñuela Cañizal

Resumo


Morangos Silvestres é um filme sobre o sonho, a solidão, a vida e a morte. Uma
viagem que Isak Born realiza pelo interior de seu ego. A presente análise tenta revelar a
construção do sonho na linguagem fí­lmica seguindo os modelos semânticos de metáfora
e a visão freudiana dos processos oní­ricos. Parte de um fragmento da sinopse realizada
por Bergman onde se situa o sentido emergente do sonho. Examinar a relação entre
o sonho do personagem em relação aos traços psí­quicos do diretor é também objetivo
dessa análise.
Palavras-chave metáfora, sonho, intersemiose textual.
Abstract Wild Strawberries is a film about dream, loneliness, life and death. A journey
toward the center of Isak Born's ego. The present analysis try to show the dream
processing in film language following metaphor semantic patterns and Freudian
proposal of dreamming processing. The departure point is a frame from Bergman's
synopsis in which dream emergent meaning lives. The relationship between Isak Borg
dream and Bergman psychism is the other point of analysis.
Key Words metaphor, dream, textual intersemiosis.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM