GFP Bunny: a coelhinha transgênica

Eduardo Kac

Resumo


GFP Bunny é um trabalho de arte transgênica que compreende a criação de um
coelho verde fluorescente por meio da proteí­na que lhe confere essa cor, o diálogo píºblico
gerado pelo projeto e a integração social da coelha. GFP Bunny foi realizado em
2000 e apresentado publicamente pela primeira vez em Avignon, França. Esse trabalho
foi proposto como uma nova forma de arte decorrente do uso de engenharia genética
na transferência de genes naturais ou sintéticos para um organismo com o objetivo de
criar seres vivos íºnicos. Um trabalho que requer o máximo de cuidado, de consciência
do grau de complexidade das questões que ele provoca e, acima de tudo, de compromisso
para respeitar, cuidar e amar a vida criada.
Palavras-chave arte transgênica, engenharia genética, biotecnologia, evolução de coelhos,
etologia.
Abstract GPF Bunny is a trasgenic artwork comprises the creation of a green fluorescent
rabbit, its social integration, and the ensuing public debate. GFP Bunny was realized in
2000 and first presented publicity in Avignon, France. This work was proposed as a new
art form based on the use of genetic engineering to transfer natural or synthetic genes
to an organism, to create unique living beings. This must be done with great care, with
acknowledgment of the complex issues thus raised and, above all, with a commitment
to respect, nurture, and love the life thus created.
Key words transgenic art, genetic engineering, biotechnology, rabbit evolution, ethology.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM