Fontes: dois contextos expositivos para a incomensurabilidade

Elisa de Sousa Martinez

Resumo


O significado da obra de arte é construí­do na relação que esta estabelece com o
contexto em que é exposta e com as obras com as quais constitui um percurso perceptivo,
sensí­vel e cognitivo. Utilizam-se os princí­pios teóricos da semiótica discursiva para construir
uma análise na qual, ao mesmo tempo em que é considerada a localização imanente
do ponto de partida de um percurso de geração de sentido, na estrutura da obra Fontes,
de Cildo Meireles, exposta em dois eventos artí­sticos diferentes, identificam-se figuras
e temas que participam de uma rede que a interliga a outros textos e seus respectivos
potenciais significativos. As escolhas dos curadores inserem a obra em contextos
situacionais no quais o seu sentido é apreendido e, também, contribui para a produção
de sentido de um texto que o engloba.
Palavras-chave arte contemporânea, instalação, semiótica visual
Abstract The meaning of a work of art is produced by the relationship established within
the context of the exhibition, as well as with the other works with which it builds the
one sensitive and cognitive course. Based on the Semiotics of A.J. Greimas we present
an analysis of Cildo Meirele's Fontes, a work exhibited in two different events, revealing
its common figures and themes. We consider not only the immanent structure of the
meaning in an artistic text, but also its connection to other texts and the potential
meanings that emerge from them. The choices made by a curator have the potential to
insert the artwork in a situational context in which its meaning is captured and this
contributes to the global perception of the text/exhibition in which it is presented.
Key words contemporary art, installation art, visual semiotics

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM