Jornal: um modo de presença

Norma Discini

Resumo


Considerando o jornal uma totalidade de discursos, que supõe uma unidade de sentido,
de modo a apresentar o todo em cada parte, é depreendido um modo de presença
da enunciação, sempre pressuposta a qualquer enunciado, a partir da leitura de primeiras
páginas e da chamada página de opinião, com os gêneros “editorial” e “charge”. Um
ethos, um estilo, emerge para cada um destes dois jornais: Folha de S. Paulo e O Estado
de S. Paulo.
Palavras-chave enunciação, enunciado, totalidade, ethos
Abstract Considering the newspaper as a totality of discourses, which implies a unity of
meaning, so as to allow the participation of the whole in each part, it is apprehended a
kind of presence of the enunciation, always presupposed to any text, from the reading of
first pages and the so-called opinion page, with the genres “editorial” and “charge”. An
ethos, a style, emerges to each one of these newspapers: Folha de S. Paulo and O Estado
de S. Paulo.
Key words enunciation, text, totality, ethos

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM