Ícones, instantaneidade e interpretação: por uma pragmática da recepção pictórica na fotografia

José Benjamim Picado

Resumo


Propomos reavaliar algumas das premissas teóricas da análise da fotografia, na perspectiva das teorias semióticas e estéticas contemporâneas, com especial ênfase nos aspectos que vinculam a recepção da fotografia aos protocolos originários da
figuração pictórica. Retomando a discussão sobre os elementos de modelação icônica que caracterizam o signo fotográfico, propomos um modelo de análise do discurso visual na fotografia que permita um relativo distanciamento com respeito às teses que apostam na radical indexicalidade da experiência estética do fotográfico. Propomos igualmente algumas chaves para a análise da fotografia, com base em sua compreensão
como discurso.
Palavras-chave fotografia, representação, iconismo, discurso visual, representação pictórica

Abstract
From the perspective of the contemporary semiotic and aesthetic theories, we intend to re-evaluate the theoretical premises of analysis of photography, with special
emphasis on the aspects that tie the reception of photography to the original scheme of things of pictorial figuration. Summarizing the discussion about the elements of iconic modelling that characterize the photographic sign, we propose a model for the analysis of the visual discourse of photography that establishes a relative distance from those theses based on radical indexicality of the aesthetic experience of photography. We also
provide some keys to the analysis of photography as discourse.
Key words photography, representation, iconism, visual discourse, pictorial representation

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM