Telenovela: uma semiose híbrida

Raquel Paiva de Araujo Soares, Muniz Sodre de Araujo Cabral

Resumo


Este texto propõe um caminho analítico para a telenovela, considerada como narrativa de grande consumo, que privilegia a categoria pastiche. Procura-se mostrar aqui como o folhetim eletrônico absorve e reinterpreta conteúdos fabulativos de outros gêneros da indústria cultural, produzindo um tipo particular de recepção. Toma-se como caso principal de observação a telenovela O Profeta.

Palavras-chave


telenovela; pastiche; folhetim eletrônico; recepção

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM