A contribuição da semiótica estrutural para o design de um hipermercado

Jean-Marie Floch

Resumo


Durante a fase de planejamento da construção de um novo modelo de hipermercado, um estudo semiótico foi conduzido a partir do discurso dos consumidores consultados nas suas imediações, a fim de obter informações úteis à realização de um arranjo espacial estratégico de suas seções. Este artigo demonstra como a identificação de diferentes tipos de valores, atribuídos pelos consumidores a esse ponto comercial, foi usada para ajudar a estabelecer zonas e definir a sua arquitetura interior. O estudo semiótico empregou a abordagem da teoria da significação desenvolvida por Greimas junto ao Grupo de Pesquisas Semio-Linguísticas.


Palavras-chave


hipermercado; semiótica discursiva; design; consumo; Greimas.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM