Um triunfo de aprendizes: o som em O Massacre da Serra Elétrica

Rodrigo Carreiro

Resumo


Filme influente na consolidação de uma estética semidocumental muito popular no cinema de horror contemporâneo, O massacre da serra elétrica (The Texas chain saw massacre, Tobe Hooper, 1974) ganhou status de inovador, com o passar dos anos, por ter antecipado a explosão do subgênero slasher, e por causa da crueza das imagens. No entanto, pouco se fala do caráter arrojado dos sons que contribuem para assustar o público do filme. Este ensaio tem o objetivo de reconstituir o processo criativo da trilha sonora, destacando a presença majoritária de estudantes e aprendizes na equipe responsável pelo sound design, e enfatizando o modo pelo qual o relativo desconhecimento das práticas profissionais de pós-produção embaralhou as fronteiras entre música e efeitos sonoros, reforçando uma tendência estilística inovadora que influencia o cinema contemporâneo. 

 


Palavras-chave


Análise fílmica; horror; sound design

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM