GLOBALIZAÇÃO E CONTRATO SOCIAL: CRISE E TURBULÊNCIA NO SÉCULO XXI

Dora Nogueira Porto

Resumo


A proposta deste artigo é repensar os riscos corridos pelo contrato social na área jurídica econômica e social numa época em que a turbulência gerada pela Globalização do Século XXI deixa em crise o pensamento, os antigos paradigmas e a própria sociabilidade. Não estão firmados ainda novos paradigmas e por isso nos sentimos órfãos de verdades absolutas, seguimos caminhando nas incertezas e em meio à grande vulnerabilidade. Se por um lado, a turbulência pode ser vista como positiva para revermos nossas crenças e nossas verdades tidas como absolutas, por outro, nos deixa na indefinição de dois mundos: o do modelo da modernidade do século XX e o do desafio da pós modernidade gerada pela globalização de fins do século XX e inícios do século XXI.

Palavras-chave


Globalização, Contrato Social, Crise e Turbulência

Texto completo:

PDF

Referências


BAUMAN, Z. MAURO, E. Babel, Rio de Janeiro: Editora Zahar, 2016

DE MAIS, Domenico. Alfabeto da sociedade desorientada, São Paulo: Editora Objetiva, 2017

FARIA, J.E. O direito na economia globalizada, São Paulo: Malheiros Editores Ltda, 2002

GUIDDENS, A. As consequências da modernidade, São Paulo: Editora Unesp, 1991

LUHMANN, Niklas. O direito da sociedade, São Paulo: Editora Martins Fontes, 2016

ORTIZ, Renato. Universalismo/diversidade, Bueno Aires: Prometeu Libros, 2014

OST, François. O tempo do direito, São Paulo: EDUSC, 2016

MAFFESOLI. A ordem da coisas, Rio de Janeiro: Editora Forense, 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.