Desejo, cuidado e controle nas orgias barebaking

Francisco Gleidson Vieira dos Santos

Resumo


Neste artigo descrevo e analiso o ponto de inflexão das categorias analíticas iniciais de uma pesquisa. Investigando o “risco e a produção do prazer na realização dos desejos”, centrando o olhar nas experiências orgiásticas de homens que fazem sexo com homens, me deparo com a possibilidade de investigar as orgias barebaking. Desloco-me, então, de uma perspectiva em que o prazer estava, supostamente, vinculado aos riscos experimentados pelos sujeitos orgiásticos e me deparo com as categorias cuidado e controle a partir das experiências afetivo-sexuais de homens cis gêneros, soropositivos, engajados no que é, convencionalmente, denominado orgias barebacking. A partir dessa inflexão reflito sobre a constituição de relações afetivo-sexuais elaboradas pelos pesquisados, iluminando um elemento comum a todos, o vírus HIV. Reflito também sobre a “ideologia da igualdade”, estratégia forjada no contexto das orgias barebacking, tencionando burlar as diferenças e viabilizar a realização dos desejos sexuais e de vida.


Palavras-chave


Sexualidade; Orgias barebacking; HIV/aids; cuidado e controle; sorotriagem; segurança negociada

Texto completo:

PDF

Referências


BATAILLE, Georges. O erotismo. Tradução Fernando Sheibe. – Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2013.

BRAZ, Camilo A. À meia-luz… uma etnografia imprópria em clubes de sexo masculino. Tese de Doutorado. Campinas: Universidade Estadual de Campinas. 2010.

ERIKSEN, T. H.; NIELSEN, F. S. História da antropologia. Petrópolis, RJ: Vozes, 2010.

FOUCAULT, Michel. “Conversation avec Werner Schroeter”, Dits et écrits 1954-1988, ed. Daniel Defert y François Ewald, Gallimard, París, 1994.

FRANÇA, I. L. Do universo perfeito ao cinemão: homossexualidade masculina, deslocamento e desejo na cidade de São Paulo. Revista de Ciências Sociais (UFC), v. 44, p. 44-73, 2013.

GREGORI, Maria Filomena. Prazeres perigosos: erotismo, gênero e limites da sexualidade. 1ª edição. São Paulo: companhia das letras, 2016

GREGORI, Maria Filomena. Práticas eróticas e limites da sexualidade: contribuições de estudos recentes. Dossiê antropologia, gênero e sexualidade no Brasil: balanço e perspectivas. Cadernos pagu (42), janeiro-junho de, 47-74, 2014.

HAIG, Thomas. Bareback Sex: Masculinity, Silence, and the Dilemmas of Gay Health. Canadian journal ofCommunication, Montreal, v. 31, p. 859-877, 2006.

HALPERIN, David. Que Veulent les Gays? Essai sur le Sexe, le Risque et la Subjectivité. Traduit de l'anglais par Matthieu Dupas. Paris: Éditions Amsterdam, 2010.

JEOLÁS, L. S. Risco e prazer: os jovens e o imaginário da aids. Londrina: Editora da Universidade Estadual de Londrina – EDUEL: Fundação Araucária, 2007.

HALPERIN, David. Os jovens e o imaginário da AIDS: Notas para uma construção social dorisco. Campos: Revista de Antropologia Social, 4, 93-112, 2003.

MALINOWSKI, Bronislaw C. Argonautas do Pacífico Ocidental. Tradução Anton P. Carr. São Paulo: Abril Cultural, 1976.

PERLONGHER, Néstor. O negócio do michê: a prostituição viril em São Paulo. São Paulo: Perseu Abramo, 2ª. Edição, 2008.

RACE, Kane. Engaging in a culture of barebacking: gay men and the risk of HIV prevention. In: K. HANNAH-MOFFAT; O’MALLEY, P. (eds.) Gendered Risks. London, Glasshouse Press, 2007.

RUBIN, Gayle. Notas para uma teoria radical da política da sexualidade. In. Políticas do sexo. Tradução de Jamille Pinheiro Dias. Ubu, 2017.

ROSENFELD, Anatol. O teatro épico. São Paulo, Editora Perspectiva, 1985.

TURNER, Terence S. 1978. “The social skin”. H AU: Journal of Ethnographic Theory 2 (2): 486–504, 2012.

VALE, Alexandre. Fleming C. Nosso pequeno segredo sujo: notas sobre a abjeção. Bagoas, Natal – RN, p. 313 – 322, 01 dez. 2013.

VIEIRA, Gleidson. A gente vive assim, mas a gente precisa de uma luz: As experiências religiosas das mulheres prostitutas da Praça do Diário – Recife – PE. Dissertação (Mestrado em Antropologia). Recife: Universidade Federal de Pernambuco – UFPE, 2010.

VIEIRA, Gleidson. A Pomba-gira no imaginário das prostitutas. Monografia (Graduação em Ciências Sociais). Sobral: Universidade Estadual Vale do Acaraú – UVA, 2005.




DOI: https://doi.org/10.23925/poliética.v8i2.51171

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Indexadores: LivRe; Sumários.org; Latindex