Mucopolissacaridose tipo VI: relato de caso

Lais Orosco Bialon Santana, Carolina Ando Matsuno, Marta Wey Vieira

Resumo


Introdução: As mucopolissacaridoses são erros inatos do metabolismo de depósito lisossomal subclassificadas segundo a enzima deficiente. A arilsulfatase B (ARSB), responsável por degradar os glicosaminoglicanos (GAGs), que atuam no tecido conjuntivo, é deficiente na mucopolissacaridose tipo VI (MP VI). A MP VI tem clínica variável, sem anormalidades ao nascimento, evidenciando-se progressivamente ao acúmulo de GAGs. O diagnóstico se faz pela redução da atividade da ARSB ou da mutação genética. A principal causa de óbito é insuficiência cardíaca, ocorrendo na segunda ou terceira década de vida. Relato de Caso: Masculino, 4 anos, portador de MP VI, há 3 dias com febre e sinais flogísticos em sítio de acesso central, colocado para reposição enzimática, com flutuação e saída de material purulento. Ultrassom evidenciou coleção laminar e borramento de planos gordurosos. Ecocardiograma demonstra hipertensão pulmonar discreta decorrente de prolapso valvar mitral com refluxo discreto, além de endocardite da valva mitral. Optou-se por retirada cirúrgica do dispositivo e administração de vancomicina e amicacina. Durante internação, evoluiu bem, sem complicações pós operatórias. Conclusão: A MP VI têm inteligência preservada, baixa estatura e alterações osteomusculares, como no caso relatado. Não há correlação entre a gravidade clínica e a atividade residual enzimática. Dificuldade respiratória pode levar a hipóxia crônica, hipertensão pulmonar e insuficiência cardíaca congestiva. Das alterações cardíacas, encontramos valvulopatias, insuficiência cardíaca e hipertensão pulmonar, observadas no caso. O tratamento se faz com transplante de células-tronco hematopoiéticas e terapia de reposição enzimática.


Palavras-chave


mucopolissacaridose tipo VI; endocardite da valva mitral

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



Apoio: ..............................................................................................................................................

  



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.