Tumor mediastinal desdiferenciado: relato de caso

Orlando Fermozelli Rodrigues Junior, André Filipi Santos Sampaio, Aleksi Gomes Antila, Camila Tonelli Brandão, Giovane Chati Gomes, Marcela Cristina Enes, Mariel Vendramel Neves, Nelson Brancaccio dos Santos

Resumo


Introdução: O lipossarcoma é um tumor maligno característico de partes moles, originado no tecido mesenquimal e derivado dos adipócitos, sendo no mediastino em apenas 0,2% dos casos. A localização do tumor determina os sintomas por compressão de estruturas vizinhas. A abordagem cirúrgica é mais eficaz para o tratamento e a radioterapia e a quimioterapia possuem resultado limitado. Prognóstico relacionado com classificação histológica; Objetivo: Relatar caso de uma paciente com lipossarcoma mediastinal (LM) que recidivou; Métodos: Informações obtidas por entrevista com o paciente, registro fotográfico de exames, revisão do prontuário e da literatura; Relato: Mulher de 36 anos queixa-se de dispneia aos esforços e tosse seca esporádica. Bom estado geral; ausculta com murmúrio vesicular bilateralmente presente diminuído em 1/3 médio e base pulmonar direita. Não há informações sobre radiografias, mas em TC de tórax, há efeito expansivo de massa com conteúdo adiposo e de partes moles em mediastino posterior de ambos os hemitóraces, com compressão do parênquima pulmonar, notadamente à direita com desvio de estruturas. Mede cerca de 9,4 x 8,0 cm, circundado por grande quantidade de tecido adiposo. Realizou-se toracotomia sequencial direita e esquerda com ressecção total do tumor mediastinal. A análise anatomopatológica seguida de imunohistoquímica confirmou o diagnóstico de LM desdiferenciado grau III. Paciente fez terapia adjuvante com isofosfamida, porém após um ano os sintomas reapareceram e foi diagnosticada uma recidiva local que está sendo tratada com gencitabina por impossibilidade da ressecção cirúrgica, no momento. Conclusão: Apesar da neoplasia rara, localização incomum e sintomas inespecíficos, com adequada investigação clínica, o LM foi incluído como hipótese diagnóstica e confirmado. Deve-se manter acompanhamento pela alta taxa de recidiva.

Palavras-chave


lipossarcoma; lipossarcoma desdiferenciado; neoplasias do mediastino

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba. ISSN eletrônico 1984-4840



Apoio: ..............................................................................................................................................

    

Fundação São Paulo - Hospital universitário

 



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.