Relações de gênero e a lógica da competência no mercado de trabalho.

Rosimar Pereira Barbosa

Resumo


Entra em cena uma nova formação que trouxe novos desafios tanto para os trabalhadoresquanto para as organizações que buscam através das relações de trabalho identificar avalorização das competências associadas ao gênero feminino e o masculino que assumemdiferentes características dependendo da cultura. O surgimento de novas tendênciasem relação ao trabalho tornou-o mais abstrato, mais autônomo, coletivo e complexo, e aobtenção de qualificação profissional não parece ser mais uma condição para o acesso, osaber profissional passa a ser um pré-requisito necessário. O rol das exigências profissionaisfoi se ampliando e as competências juntamente com as habilidades interpessoais ganharamdestaque no processo seletivo. Apesar do crescimento da escolaridade das mulheres e osavanços concretos em direção aos postos de trabalhos mais qualificados, existe um númerolimitado de mulheres em relação aos homens na ocupação desses postos. Por meio de umroteiro de entrevistas respondido via e-mail no período de dezembro de 2011 a fevereiro de2012 esses questionários foram auto preenchidos, com a participação de 36 mulheres deáreas e seguimentos variados, foi apresentada uma análise descritiva dos resultados obtidosnos questionários. Os resultados da pesquisa apontam que a inserção da mulher no mercadode trabalho e as competências exigidas para o desempenho de um cargo de chefia estãorelacionadas com as competências específicas desenvolvidas e introduzidas pelas mulheresno meio organizacional.

Palavras-chave


Competência. Gênero. Mercado de Trabalho.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.20503/recape.v3i2.16533

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN 2237-1427