IDENTIDADE ORGANIZACIONAL E SUAS INFLUÊNCIAS NA GESTÃO DE PESSOAS DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS

Denilson Aparecida Leite Freire

Resumo


O objetivo deste estudo foi analisar qual a relação que se estabelece entre a percepção do proprietário das MPEs e as práticas de gestão de pessoas adotadas nas micro e pequenas empresas (MPEs). Para análise da percepção foi utilizada o construto de Identidade Organizacional (IO), nas suas dimensões normativa (estratégia Soft) e utilitária (estratégia Hard). Para análise das estratégias de gestão de pessoas foi utilizado o construto Sistemas de Trabalho de Alto Envolvimento (STAE). Foi realizada uma Survey, obtendo-se 109 respostas válidas. Os resultados demonstraram que há correlação positiva entre a percepção de identidade normativa e o nível de envolvimento dos colaboradores (STAE); e correlação negativa entre o caráter utilitarista de IO com o nível de envolvimento dos colaboradores. Esses resultados demonstram que práticas de gestão que buscam a participação dos colaboradores podem levar a maior nivel de envolvimentos destes com a organização. Revelou, ainda, que o alto nível de STAE ocorreu predominante no gênero masculino, entre os que tinham mais de 40 anos, nos com nível de graduação e nos setores de comércio e Serviço, principalmente naqueles que ocupam a posição de sócios.


Palavras-chave


Identidade Organizacional. Gestão de Pessoas. Micro e Pequenas empresas.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.20503/recape.v5i3.25100

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.