A medida da atitude de inovação: valores métricos, invariância fatorial e diferenças em trabalhadores

Nilton Soares Formiga, Bruna Gonçalves de Oliveira Freire, Antonio Fernandes

Resumo


As empresas vêm buscando cada vez mais compreender variáveis que podem influenciar no comportamento inovador dos trabalhadores. No Brasil, poucos estudos contemplam a inovação centrada no sujeito, surgindo a necessidade em desenvolver e validar instrumentos que possam avaliar e mensurar o desempenho dos profissionais nas empresas, em específico na atuação inovadora frente aos processos organizacionais. Essa pesquisa tem por objetivo verificar a qualidade psicométrica de uma escala de atitudes inovadoras para o contexto brasileiro. Para a realização dos estudos, duas amostras foram coletadas: a primeira, com 200 trabalhadores brasileiros, homens e mulheres, acima de 18 anos, do setor público e privada do trabalho, destinada a discriminação dos itens, representatividade de conteúdo e análise fatorial exploratória; na segunda amostra, 212 trabalhadores, com mesmas características sociodemográficas da primeira amostra, destinou-se para análise confirmatória e analise de convergência. Estes responderam um questionário on-line através do e-mail ou rede social, composto pela Escala de Atitudes de Inovação (EAI), Escala de Percepção de Suporte Organizacional (EPSO), Escala de Satisfação Profissional (STP) e dados sociodemográficos e profissionais. Os resultados obtidos evidenciaram a qualidade psicométrica da medida, tanto em sua etapa exploratória, quanto confirmatória; bem como, a sua influência no suporte organizacional e satisfação profissional em trabalhadores que atuam em empresas públicas e privadas no Rio Grande do Norte.

Palavras-chave


Inovação; Comportamento Inovador; Desempenho; Trabalhadores brasileiros.

Texto completo:

PDF EPUB XML


DOI: https://doi.org/10.20503/recape.v10i2.43825

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.