Desenvolvimento profissional, exaustão emocional e intenção de permanência nas organizações

Harrison Bachion Ceribeli, Luana Karine do Carmo Silva

Resumo


A presente pesquisa objetivou analisar a relação entre as oportunidades de desenvolvimento profissional proporcionadas aos funcionários, a exaustão emocional e a intenção de permanência na organização. Os dados foram coletados utilizando-se o método survey e analisados por meio da técnica de Modelagem de Equações Estruturais. Analisando os resultados obtidos, confirmou-se a influência positiva que as práticas voltadas para promover o desenvolvimento humano no âmbito organizacional exercem sobre a intenção de permanência dos funcionários. Ademais, confirmou-se que tais práticas diminuem a exaustão emocional do trabalhador. Finalmente, constatou-se que a exaustão emocional tende a reduzir a intenção de permanência na organização.

Palavras-chave


Desenvolvimento humano nas organizações, esgotamento do trabalhador, retenção.

Texto completo:

PDF EPUB XML


DOI: https://doi.org/10.20503/recape.v10i2.44753

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.