A Crescente Atratividade do Pragmatismo Clássico

Nathan Houser

Resumo


Em 1951, Max H, Fisch apresentou a ideia de que há uma Filosofia Americana distinta que poderia ser considerada clássica e delineou os temas característicos e os proponentes da “Filosofia Americana clássica”. Neste artigo, argumenta-se que os temas listados por Fisch caracterizam um amplo ethos pragmático e pode ser usado para ajudar a esclarecer o que pode ser considerado como pragmatismo clássico. Este é o pragmatismo que é cada vez mais atraente para os filósofos de hoje, ao invés do pragmatismo estreito e técnico de Charles Peirce. Além disso argumenta-se que, ao contrário do que muitos dizem, Peirce considerava sua doutrina estreita, que ele chamou pragmaticismo, como uma variante técnica de um pragmatismo mais geral e que Peirce foi um pragmatista clássico, junto com James, Dewey e outros.


Palavras-chave


Filosofia americana clássica; Pragmatismo clássico; Pragmaticismo; Max H. Fisch; Charles S. Peirce.

Texto completo:

PDF (English)

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.