As Raízes Gregas do Pragmatismo: Um Novo Nome para um Velho Modo de Pensar

Autores

  • Rossella Fabbrichesi Department of Philosophy State University of Milan - Italy

Palavras-chave:

Pragmatismo, Ilíada, Cultura grega, Cultura-resultados, Efeitos, Verdade, Conseqüências práticas, Eficácia.

Resumo

Nesta palestra tenciono defender três teses: 1) que nossa sociedade está, sob vários aspectos, muito próxima a culturaresultados ou cultura-vergonha delineadas no poema Ilíada.

2) que o pragmatismo apossou-se desses aspectos e os traduziu em uma nova atitude filosófica bem-sucedida em ser revolucionária e geradora de conseqüências imprevisíveis. Pretendo que seja uma espécie de “novo uso de velhos poderes”, em um espírito puramente darwiniano. 3) sustentarei, assim, que a “Revolução pragmatista”, como a chamarei, está profundamente enraizada nos fundamentos arcaicos de nossa cultura.

Metrics

Carregando Métricas ...

Downloads

Publicado

2012-12-17

Como Citar

Fabbrichesi, R. (2012). As Raízes Gregas do Pragmatismo: Um Novo Nome para um Velho Modo de Pensar. Cognitio: Revista De Filosofia, 9(2), 205–221. Recuperado de https://revistas.pucsp.br/index.php/cognitiofilosofia/article/view/12977

Edição

Seção

Artigos