Das citações (in)diretas na discursividade do voto de Carlos Ayres Britto acerca da união homoafetiva: efeitos de sentido possíveis

Autores

  • Ligia Negri UFPR
  • Guida Fernanda Proença Bittencourt UFPR
  • Selmo Ribeiro Figueiredo Jr. USP

Palavras-chave:

efeitos de sentido, citações, discurso, união homoafetiva.

Resumo

Neste artigo, trazemos o acontecimento que o voto do ministro relator CarlosAyres Britto funda pela sua enunciação, no Supremo Tribunal Federal,referente à recente (2011) questão da união homoafetiva no Brasil, tendocomo corpus de análise as citações (in)diretas extraídas de afi rmações depersonalidades célebres (Platão, Max Scheler, Descartes, Fernando Pessoa,Nietzsche, Hegel, Jung, Caetano Veloso, Rui Barbosa, Spinoza, Sartre eChico Xavier), postas em jogo na materialidade linguística. Discutimos osefeitos de sentido possíveis delas decorrentes, mediante a perspectiva daAnálise do Discurso de orientação francesa, tendo em conta os aspectosrelevantes das condições de produção do discurso, sem deixarmos de aventaros efeitos de articulação entre citações e enunciados que as circunscrevemno voto, paralelismos etc. Lançaremos, ainda, breve olhar sobre o ethos dosujeito do discurso, a partir dos efeitos de sentido das citações. Dentre outrasavaliações e refl exões, concluiremos que o discurso tem como argumentomaior o amor, confrontando uma FD (Formação Discursiva) prototípicado judiciário, inclusive nas menções a interdiscursos religiosos. Para nossoexercício analítico, contamos especialmente com Possenti (2009, 2002),Eni Orlandi (2009, 2006), Foucault (2010, 2009), Maingueneau (1997) ePêcheux (2009), para que constituam nosso aporte teórico.

Downloads

Publicado

2015-06-01

Edição

Seção

Artigos