Pesquisando a partir da perspectiva da complexidade na área de linguística Aplicada

Autores

  • Maria Eugenia Witzler D'Esposito Faculdade Cultura Inglesa, GPeAHF/CNPq
  • Rogério da Costa Neves UERJ, CPII, GPeAHF/CNPq

Palavras-chave:

complexidade, abordagem hermenêutico-fenomenológica.

Resumo

O mundo em constante evolução solicita mudanças na forma comoinvestigamos as salas de aula, nossa prática docente e desenvolvemospesquisas. O objetivo deste artigo é ponderar nessa direção e apontar umavisão de pesquisa e de metodologia distanciada do cunho positivista doparadigma tradicional e que permite que tenhamos um olhar diferenciadopara as vivências sendo investigadas. Para tal, compartilhamosa experiência de Costa Neves (2011) e D’Esposito (2012) que, aodesenvolverem suas pesquisas de doutoramento na área de LinguísticaAplicada, buscaram uma metodologia de pesquisa coaduna à perspectiva da complexidade que foi a base de desenvolvimento de suas pesquisas.Assim sendo, neste trabalho os pesquisadores apresentam o diálogo poreles estabelecido entre a complexidade (Morin, 1990/2008, 1999/2006a,b,2005/2006; Moraes, 1997/2006; Mariotti, 2007, et alli) e a abordagemhermenêutico-fenomenológica (van Manen, 1990; Freire, 1998, 2007,2008a,b, 2010).

Downloads

Publicado

2015-06-01

Edição

Seção

Artigos