Kuniichi Uno: um pensamento filosófico além do dualismo Oriente/Ocidente

Ana Amélia C. Genioli

Resumo


Este livro inédito do filósofo japonês Kuniichi Uno apresenta 11 ensaios sobre o corpo, a dança, o teatro, o cinema e a biopolítica com reflexões que tomam como referência obras de Nijinsky, Tanaka Min, Hijikata, Artaud, Beckett, Genet e Deleuze. A dança e os escritos de bailarinos japoneses inspiraram-no para pensar sobre o corpo a partir do movimento. O encontro desse corpo, pelos autores trazidos por Uno, não se dará de maneira “positiva”, mas pela “transgressão” da razão, pela crueldade do pensamento, pelos interstícios, pelas fissuras, pela realidade que excede o texto. O que interessa a Uno nos autores franceses é a forma como desestabilizam os aspectos mais cartesianos e dogmáticos da filosofia da razão europeia, ou seja, é aquilo que os aproxima do Oriente.

Palavras-chave


arte; corpo; dança; teatro; biopolítica; filosofia

Texto completo:

PDF