Cultura das séries: forma, contexto e consumo de ficção seriada na contemporaneidade

Marcel Vieira Barreto Silva

Resumo


Nos últimos anos, tem aumentado o interesse acadêmico em torno das séries de televisão, especialmente - mas não somente -, as de origem norte-americana. Há toda uma literatura recente que avalia a presença das séries de TV em diversas matrizes nacionais (EUA, Itália, França, Reino Unido, etc.), analisando a produção, circulação e recepção dos programas. Neste artigo, vamos propor a existência de uma cultura das séries, a partir de três condições centrais: a sofisticação das formas narrativas, o contexto tecnológico que permite uma ampla circulação digital (on-line ou não) e os novos modos de consumo, participação e crítica textual. Com isso, as séries fomentam interesses que não se restringem ao envolvimento de comunidades de fãs com obras específicas, mas também indicam a formação de um repertório histórico em torno desses programas, de uma telefilia transnacional, de uma cultura das séries.


Palavras-chave


Cultura das Séries; Ficção Seriada; Televisão contemporânea

Texto completo:

PDF