Um acidente no relato, um atentado na edição; e outras reflexões acerca das práticas jornalísticas

Angela Zamin, Reges Schwaab

Resumo


A crítica jornalística articulada à experiência é o elemento central deste artigo, que se debruça sobre fragmentos de textos em que os jornalistas elaboram apreciações sobre as práticas jornalísticas. Se o trabalho do jornalista é marcado por essas práticas, em alguma medida, é possível observá-las funcionando no interior das narrativas, em movimentos de afirmação ou resistência gestados no interior do próprio jornalismo. O presente texto trabalha as respostas dos jornalistas Ramón Lobo e Joe Sacco, respectivamente em Cuadernos de Cabul e Notas sobre Gaza, aos processos jornalísticos de edição, geralmente silenciados em meio ao cotidiano do ambiente das redações. Suas leituras deslocam o jornalismo de um lugar hegemônico cujos processos e controles se naturalizam se não suficientemente expostos. A escuta atenta dessa narrativa faz ecoar questões pertinentes ao desafio diário do trabalho de reportagem.

Palavras-chave


práticas jornalísticas; livros de repórter; crítica.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM