Diáspora, Interculturalidade e Memória em En Tierra Extraña

Rafael Tassi Teixeira, Denise Cogo

Resumo


O trabalho explora as relações entre os processos de mobilidade transnacional e a construção das subjetividades nas representações dos emigrantes no documentário En tierra extraña (BOLLAÍN, 2014), tendo como metodologia principal uma análise sociocrítica do filme articulada à contextualização da cinematografia espanhola no campo das migrações. Os deslocamentos humanos lidos com base nas imagens fílmicas dos emigrados espanhóiscontemporâneos são tensionados na cinematografa espanhola mais recente, sobretudo, na intensifcação da percepção social do fenômeno da mobilidade emigrante a partir da crise econômica de 2008, e a experienciação da memória,, diáspora e interculturalidade são observadas no filme de Bollaín em relação às narrativas temporais subjacentes aos recentesdeslocamentos de espanhóis na Europa.


Palavras-chave


análise dos discursos cinematográficos; cinema e migração; identidades, estudos visuais e adaptabilidade;

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM