O trem na paisagem: um olhar materialista sobre o cinema de Lumière

Marcelo Carvalho

Resumo


Este artigo propõe pensar alguns aspectos do início do cinema a partir do filme L’arrivée d’un train en gare à La Ciotat (1895), de Louis Lumière, conectando a história da paisagem na pintura ocidental tal como concebida por Rainer Maria Rilke (em seu texto Sobre a paisagem) às teses deleuzianas sobre o cinema. Nosso objetivo é apontar para um caminho alternativo de leitura do período, considerando-o em seu aspecto material imanente. Tal postura nos direcionará para fora da questão do “realismo” das imagens desse momento do cinema, realismo que considera a matéria como modelo “transcendente” da imagem cinematográfica.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM