Inclusão digital de pessoas idosas: relato de experiências de utilização de software educativo.

Autores

  • Márcia Barros de Sales Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).
  • Bruna Rodolfo Mazzali Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).
  • Marilia A. Amaral Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)
  • Rosana Gonçales Oliveira Rocha Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).
  • Rita Brito Instituto Superior de Ciências Educativas em Lisboa (Portugal)

DOI:

https://doi.org/10.23925/2176-901X.2014v17i4p63-81

Palavras-chave:

Idosos, Inclusão Digital, Software Educacional.

Resumo

Esta investigação foi realizada no âmbito do projeto de extensão "Oficinas de informática para a Terceira Idade" da Universidade Federal de Santa Catarina. Vigente há 10 anos, este projeto já atendeu cerca de 500 idosos da comunidade que desejam integrar-se ao mundo digital, utilizando o computador e as ferramentas de comunicação e informação disponíveis na Web. Este artigo relata as atividades de oficinas de inclusão digital de pessoas idosas, utilizando softwares educacionais para facilitar a aproximação e desmitificar a interação do idoso com o computador, levando em consideração os declínios decorrentes da idade na motricidade e na cognição. Participaram 50 idosos com média de idade de 62 anos, todos alfabetizados. Os resultados mostraram que a utilização dos softwares educacionais auxiliou os idosos nesse processo de desmitificação e apropriação de conceitos relacionados ao computador e às ferramentas de informação e comunicação disponíveis na Web.

 

Biografia do Autor

Márcia Barros de Sales, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Mestrado com ênfase em Ergonomia da Informática, doutorado em Engenharia e Gestão do Conhecimento, ambos da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Atualmente é professora da UFSC e líder do Grupo de Pesquisa em Inclusão Digital (GPID/CNPq/UFSC).

 

Bruna Rodolfo Mazzali, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Graduanda em Ciências Contábeis da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Atualmente é bolsista de extensão do projeto “Oficinas de Informática para Terceira idade”. Participante do grupo de pesquisa GPID/CNPq/UFSC.

 

Marilia A. Amaral, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)

Mestrado em Ciências da Computação, Doutorado em Engenharia e Gestão do Conhecimento da Universidade Federal de Santa Catarina. Atualmente é professora na Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) no DAINF e no PPGTE e pesquisadora do GPID/CNPq/UFSC.

 

Rosana Gonçales Oliveira Rocha, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Rosana Gonçales Oliveira Rocha – Graduada em Design. Mestrado em Design, da FAAC/UNESP – Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação da Universidade Estadual Paulista e pesquisadora do GPID/CNPq/UFSC.

Rita Brito, Instituto Superior de Ciências Educativas em Lisboa (Portugal)

Autora em Tecnologias Educativas. Investigadora na área das tecnologias, nomeadamente relacionada com idosos, educação infantil e formação nestas áreas. Docente do Instituto Superior de Ciências Educativas em Lisboa (Portugal) e pesquisadora do GPID/CNPq/UFSC.

 

Downloads

Publicado

2014-12-30

Edição

Seção

Artigos