A produção do sujeito-velho como empresário de si: cadernos de saúde fabricando modos de vida.

Patricia Haertel Giusti, Paula Corrêa Henning

Resumo


O objetivo deste artigo é mostrar a articulação entre os saberes produzidos para os velhos, os jogos de força que entram em operação para garantia de um envelhecimento melhor e a subjetivação desses indivíduos. O corpus discursivo é composto por enunciações sobre velhice presentes na mídia impressa e foi analisado a partir do referencial foucaultiano. Percebe-se o atravessamento dos dispositivos disciplinares, de segurança e de controle, na fabricação de um sujeito-velho empresário de si mesmo.



Palavras-chave


Velhice; Mídia; Estudos foucaultianos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/2176-901X.2015v18i2p31-57

Kairós está indexada em:

Bases de dados e Repositórios de periódicos com texto completo:


Catálogo de Bibliotecas:

Bibliotecas:

Diretório de Políticas Editoriais:

Associada:

ISSN 2176-901X

A Revista Kairós e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/kairos. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/kairos.