O Setor Imobiliário Habitacional pós-2015: crise ou acomodação?

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/2236-9996.2022-5306

Palavras-chave:

financiamento habitacional, política habitacional, sistema financeiro de habitação, mercado imobiliário, política macroeconômica

Resumo

O artigo busca analisar os ciclos de expansão, estabilidade e retração do mercado imobiliário nas duas últimas décadas. Para tal, faz uso dos dados referentes ao financiamento imobiliário no âmbito do Sistema Financeiro de Habitação (SFH) e do Programa Minha Casa, Minha Vida, principal programa habitacional no período entre 2003 e 2020. A partir dos indicadores apresentados, considera que os ciclos do mercado imobiliário dependem, em grande medida, das transformações ocorridas na política macroeconômica adotada no país, que acabam por afetar as políticas públicas e o padrão de demanda por crédito imobiliário. É, contudo, no período de retração que os agentes do mercado imobiliário pressionam por modificações na regulação do setor, que tendem a impactar o próximo ciclo de expansão.

Biografia do Autor

Raphael Brito Faustino, Universidade de São Paulo

Possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Estadual de Campinas (2008), especialização em Economia Urbana e Gestão Pública pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2011) e mestrado em Desenvolvimento Econômico pela Universidade Estadual de Campinas (2014). Trabalhou na Gerência de Governo da Caixa Econômica Federal, realizando acompanhamento financeiro dos programas de desenvolvimento urbano na Região Metropolitana de São Paulo, em especial o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) - Urbanização de Assentamentos Precários, Operações Urbanas Consorciadas (OUCs) Faria Lima e Água Espraiada, Operações Estruturadas e Parcerias Público-Privadas. Atualmente é doutorando da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU/USP) e professor da Faculdade Cásper Líbero. 

Luciana de Oliveira Royer, Universidade de São Paulo

Graduada em arquitetura e urbanismo pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (1995), desenvolveu o mestrado na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (2003) com dissertação intitulada Política Habitacional no Estado de São Paulo: Estudo sobre a CDHU. Defendeu o doutorado na mesma instituição (2009) com a tese Financeirização da Política Habitacional: Limites e perspectivas. Participa do Laboratório de Habitação e Assentamentos Humanos da FAU-USP desde sua fundação em 1997, incorpora a função de Coordenadora do laboratório a partir de 2020. Foi Gerente de Projetos no Ministério das Cidades e Secretaria Executiva do Conselho Municipal de Habitação do Município de São Paulo. Integrou equipes técnicas na administração pública municipal e federal, com experiencia em política urbana e habitacional, planejamento urbano e regional e gestão de políticas públicas. Foi arquiteta concursada na Caixa Econômica Federal em 2003, onde exerceu cargo de supervisora e coordenadora de programas especiais. Foi professora do Bacharelado em Gestão de Políticas Públicas da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da USP (EACH-USP). É professora do grupo de disciplinas de planejamento urbano da FAU-USP.

Downloads

Publicado

2021-11-26