Passarelas urbanas projetadas por João Batista Vilanova Artigas

Autores

  • Ana Tagliari Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo, Curso de Arquitetura e Urbanismo. Campinas, SP/Brasil. http://orcid.org/0000-0002-4488-9898
  • Wilson Florio Universidade Presbiteriana Mackenzie, Curso de Arquitetura e Urbanismo. São Paulo, SP/Brasil. https://orcid.org/0000-0002-6940-8341

DOI:

https://doi.org/10.1590/2236-9996.2022-5407

Palavras-chave:

passarelas urbanas, Vilanova Artigas, circulação, percurso

Resumo

Os arquitetos modernos operam com pelo menos três noções fundamentais: espaço, tempo e movimento. No caso das passarelas, o desafio é resolver também os problemas de caminhabilidade em condicionantes topográficos específicos da cidade. Com base em documentos disponíveis no acervo da Biblioteca da FAUUSP, este estudo analisou as passarelas urbanas projetadas por Vilanova Artigas na década de 1970 para a cidade de São Paulo e ABC. O valor dessas passarelas na obra de Artigas reside não apenas no objeto projetado e construído, mas também em seu pensamento teórico sobre a circulação, a conexão, a cidade, as pessoas e a arquitetura. Foi criada uma tabela com os desenhos das passarelas e seus principais elementos de circulação. Este estudo contribui para a valorização do nosso patrimônio arquitetônico e urbano moderno.

Biografia do Autor

Ana Tagliari, Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo, Curso de Arquitetura e Urbanismo. Campinas, SP/Brasil.

Arquiteta (Mackenzie), Mestre (Unicamp) e Doutora em Arquitetura (FAUUSP). Docente e pesquisadora (Unicamp)

Downloads

Publicado

2022-05-22