Psicologia em instituições escolares: impasses, possibilidades

Inês Hennigen

Resumo


A psicologia escolar tem conhecido desafios diante das críticas aos saberes e práticas ditos tradicionais e às novas questões educacionais. Buscando abrir espaço para reflexões e mapear as práticas atuais, desenvolvi uma pesquisa-intervenção, na forma de curso virtual, da qual participaram 23 psicólogas que atuam na área. No marco da análise institucional, criou-se um campo de problematização acerca de concepções e modos de trabalhar. Aqui abordo cinco questões, interconectadas: valor atribuído à área, busca/ recusa de identidade, condições de produção da atual conformação, postura do psicólogo e direções desejáveis para as intervenções. Evidenciou-se que o que se apresenta como impasse pode abrir novos possíveis e que, para além da herança recebida, existe um patrimônio construído. Indico a necessidade de se atentar para as implicações recíprocas na interface psicologia/educação.

Palavras-chave


psicologia escolar; pesquisa-intervenção; práticas; inter-relação

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.