Estudantes com grau extremo de ansiedade à matemática: identificação de casos e implicações educacionais

Alessandra Campanini Mendes, João dos Santos Carmo

Resumo


O objetivo do presente estudo foi identificar casos de extrema ansiedade à matemática em estudantes do Ensino Fundamental e Médio, e discutir implicações educacionais. Aplicou-se uma escala de ansiedade à matemática a estudantes do Ensino Fundamental e Médio, contendo 24 situações relacionadas ao estudo de Matemática. Para cada situação o participante deveria escolher uma opção: nenhuma ansiedade; baixa ansiedade; ansiedade moderada; alta ansiedade; extrema ansiedade. Dos 1106 estudantes que responderam à escala, selecionou-se 11 casos cujos escores entre 97 e 106 indicavam extrema ansiedade. Os dados são discutidos com base nas implicações educacionais que os itens da escala indicam como sendo situações ansiogênicas. Também são indicadas possíveis intervenções com o objetivo de reduzir ou reverter a ansiedade à matemática.

Palavras-chave


ansiedade à matemática; escala de ansiedade à matemática; alunos do ensino fundamental e médio

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.