Psicanálise e educação: uma investigação das queixas escolares

Margaret Pires do Couto

Resumo


O artigo problematiza os diversos encaminhamentos de crianças com algum tipo de queixa escolar para atendimentos psicológicos. Apresenta duas contribuições da psicanálise, de orientação lacaniana, ao problema: desvela, através da discussão de fragmentos de dois casos clínicos, o efeito segregativo da oferta de significantes provenientes do discurso científico aos sujeitos que fracassam na escola e aponta a importância da operação de singularização, por meio da escuta analítica, dessas queixas escolares. Discute como essa oferta de significantes silencia os sujeitos e reforça sua estrutura de alienação, uma vez que promove a captura imaginária aos significantes que vêm do Outro.

Palavras-chave


dificuldades escolares; discurso científico; psicanálise

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.