Eles "passam de bolo" e ficam cada vez mais analfabetos: discutindo as representações sociais de ciclos de aprendizagem entre professores

Laêda Bezerra Machado

Resumo


Uma das políticas mais incisivas de enfrentamento do fracasso escolar tem sido a implantação de ciclos de aprendizagem. Este estudo faz um levantamento do conteúdo das representações sociais dessa nova forma de organização curricular. Trinta professores da rede municipal do Recife participaram da pesquisa respondendo a uma entrevista semi-estruturada. Os resultados apontam uma representação social de ciclos de aprendizagem centrada na promoção automática. Os alunos continuam analfabetos, a despeito da permanência na escola. Essa representação social é revelada na desmotivação geral dos professores com as possibilidades de aprendizagem e educação das futuras gerações. Os resultados vêm confirmar que, sem o comprometimento coletivo de gestores do sistema educacional, escolas, profissionais, famílias e alunos, as diferentes inovações educacionais poderão contribuir ainda mais para fragilizar a qualidade da educação.

Palavras-chave


ciclos de aprendizagem; representação social; professor

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.