PROGRAMA PARA DESENVOLVIMENTO DA CRIATIVIDADE A ALUNOS COM E SEM ALTAS HABILIDADES/SUPERDOTAÇÃO

Taís Crema Remoli, Ana Paula de Oliveira, Gislaine Ferreira Menino Mencia, Vera Lucia Messias Fialho Capellini, Carina Alexandra Rondini

Resumo


No Brasil, embora o interesse pelo tema Altas Habilidades/Superdotação (AH/SD) tenha se ampliado nos últimos anos, ainda há pouca identificação e trabalho com tais pessoas – que também são parte do público atendido pela educação especial brasileira de acordo com a legislação vigente. Assim, devido à importância de se conhecer mais e proporcionar o enriquecimento educacional a alunos com tais características, foram desenvolvidas atividades extracurriculares para crianças com AH/SD com o objetivo de promover o desenvolvimento da criatividade dos participantes por meio de suplementação em língua estrangeira (inglesa). Alunos sem indicativos de AH/SD, todavia, com o mesmo perfil do primeiro grupo, foram convidados a participar do projeto, totalizando 12 participantes, seis meninos e seis meninas. O trabalho foi realizado em uma escola localizada em uma cidade de médio porte do interior do estado de São Paulo. A criatividade dos alunos foi avaliada por meio do Teste de Torrance e a língua inglesa por meio de avaliação elaborada pela pesquisadora. Como resultados, obteve-se que diferentes medidas de criatividade foram ampliadas nos grupos, havendo maior significância para os alunos sem indicativos de AH/SD, revelando a importância de se estimular tal habilidade em todos os alunos.

Palavras-chave


Educação especial; Atividades extracurriculares; Criatividade; Língua estrangeira; Alunos

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5935/2175-3520.20200008

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.