CORPOS TATUADOS: UMA EXPRESSÃO IDENTITÁRIA DO CONSUMIDOR HOMOSSEXUAL?

Autores

  • Mário José de Oliveira Universidade Estácio de Sá
  • Irene Raguenet Troccoli Universidade Estácio de Sá
  • Joyce Gonçalves Altaf Faculdades Vianna Junior

DOI:

https://doi.org/10.20946/rad.v15i3.13297

Resumo

Este artigo investigou o uso de tatuagens enquanto expressão da identidade do consumidor homossexual masculino, a centralidade do corpo para estes homens, como a tatuagem atua nessa centralidade, se a tatuagem compõe o seu eu estendido, se a escolha de tatuagens obedece algum tipo de padrão, e se há particularidades individuais intervenientes neste consumo. Os resultados mostram que, embora as tatuagens sirvam como expressão da identidade conforme são utilizadas na projeção das personalidades de seus donos e de seu modo de vida, de sentimentos especiais, e da representação de eventos que lhes sejam relevantes, esta expressão nem sempre é relacionada à sexualidade.

Biografia do Autor

Irene Raguenet Troccoli, Universidade Estácio de Sá

Professora de Marketing do Mestrado em Administração e Desenvolvimento Empresarial da Universidade Estácio de Sá

Downloads

Publicado

2015-09-01