Qualidade de Vida Subjetiva em Instituições de Longa Permanência para Idosos

Pedro Felipe da Costa Coelho, Nelsio Rodrigues de Abreu

Resumo


Esta pesquisa teve por objetivo investigar a qualidade de vida subjetiva de idosos que residem em Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs). A partir da análise de conteúdo de 11 entrevistas semiestruturadas com idosos que residem em uma ILPI, constatou-se que a qualidade de vida subjetiva dos idosos institucionalizados é afetada positivamente por meio dos serviços da instituição relativos à organização de celebrações religiosas, do auxílio à realização de atividades da vida diária e das interações sociais entre os idosos e os funcionários da instituição. Contudo, a falta de privacidade durante o banho matinal, o saque compulsório da aposentadoria, a falta de variedade de alimentos e a carência de atividades de lazer afetam negativamente as dimensões da qualidade de vida subjetiva desses idosos.


Palavras-chave


Qualidade de Vida; Estatuto do Idoso; Instituições de Longa Permanência para Idosos

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.23925/2178-0080.2017v20i3.37189

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Flag Counter

Revista Administração em Diálogo - RAD
ISSN: 2178-0080

     

 

Apoio: