A dinâmica das filiações religiosas no brasil entre 2000 e 2010: diversificação e processo de mudança de hegemonia

José Eustáquio Diniz Alves, Luiz Felipe Walter Barros, Suzana Cavenaghi

Resumo


O objetivo deste artigo é analisar a dinâmica das filiações religiosas no Brasil entre 2000 e 2010, enfocando quatro grandes grupos: católicos, evangélicos, sem religião e outros. O número de adeptos da religião Católica Apostólica Romana, que já vinha caindo em termos relativos, diminuiu em termos absolutos pela pri­meira vez na última década. As pessoas que se declaram evangélicas mantiveram a tendência de crescimento, tanto em termos absolutos, como relativos. O número de pessoas que se declaram sem religião continuou aumentando, representando o terceiro contingente em nossa análise. Os demais grupos religiosos, mesmo pequenos em termos agregados, também apresentaram aumento. O Brasil vem passando por um processo de diversificação religiosa e aanálise das característi­cas regionais e demográficas da população, segundo as opções religiosas, ajuda a entender o processo em curso de mudança de hegemoniae maior pluralidade na composição das religiões no Brasil.

Palavras-chave


Religião, Pluralidade religiosa, Características demográficas, Censo 2010, Brasil

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21724/rever.v12i2.14570

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.