BANDEIRANTES NA CONTRAMÃO DA HISTÓRIA: UM ESTUDO ICONOGRÁFICO*

Maraliz de Castro Vieira Christo

Resumo


O presente artigo analisa o choque entre duas propostas iconográficas para os bandeirantes paulistas: uma de Affonso d'Escragnolle Taunay e outra dos artistas Henrique Bernardelli  e Rodolpho Amoêdo, a partir das obras existentes  no Museu Paulista e no Museu Mariano  Procópio. Com base na correspondência entre Taunay e os artistas, nas próprias obras, seus esboços e na trajetória pessoal dos pintores, evidencia-se a impossibilidade de perceber, de forma unívoca, a relação estabelecida  entre encomendante  e artista.


Palavras-chave


Museu Paulista; Museu Mariano Procópio; Henrique Bernardelli; Rodolpho Amoêdo; bandeirantes.

Texto completo:

PDF


________________________________________________________________________________________________________

Apoio:

 

Projeto História está indexada em: