Uma viagem à esquerda: Jorge Amado sem (O mundo da) paz

Marcos Silva

Resumo


O livro O mundo da paz, de Jorge Amado, descreve as viagens do escritor à URSS e a outros países socialistas europeus no período do segundo pós-guerra e do começo da Guerra Fria. Ele elogia muito aqueles países e critica duramente os países capitalistas. Após as denúncias dos crimes de Stalin (1956), Jorge Amado proibiu a reedição do livro. Este artigo aponta temas de O mundo da paz e destaca a importância de eles serem debatidos para melhor compreensão da obra de Jorge Amado e para análise dos debates sobre Guerra Fria e período político brasileiro posterior a 1945.

Palavras-chave


O mundo da paz; Jorge Amado; Literatura brasileira do século XX; Guerra Fria no Brasil; Brasil depois de 1945

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/2176-2767.2017v58p240-269

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


________________________________________________________________________________________________________

Apoio:

 

Projeto História está indexada em: