ESTRATÉGIAS DO SUBÚRBIO

A EXPERIÊNCIA DO SPORT CLUB MACKENZIE (RIO DE JANEIRO; 1914-1932)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.23925/2176-2767.2021v71p294-323

Palavras-chave:

História dos clubes esportivos, História do Esporte, História do Rio de Janeiro, Subúrbio

Resumo

Este artigo tem por objetivo discutir como a experiência do Sport Club Mackenzie, agremiação do bairro do Méier/Rio de Janeiro, se estabeleceu como uma estratégia para combater estigmas e apresentar maneiras de se portar ligadas a projetos de valorização local. Como recorte temporal, adotamos o ano de criação do clube (1914) e o momento em que se afastou dos campeonatos de futebol promovidos por uma prestigiosa liga (1932). Como fontes, foram usados revistas e jornais. Espera-se contribuir para ampliar os olhares sobre as histórias do esporte e dos subúrbios, áreas citadinas que merecem maior atenção e cuidado.

Biografia do Autor

Victor Andrade de Melo, Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ

Professor dos Programas de Pós-Graduação em História Comparada e em Educação/UFRJ.

Bruno Adriano Rodrigues Silva, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, UNIRIO

Professor do Programa de Pós-Graduação em Educação/Unirio

Referências

ABREU, M. A evolução urbana do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: IPLANRIO/Zahar, 1987.

ANDERSON, B. Comunidades imaginadas: reflexões sobre a origem e expansão do nacionalismo. Lisboa: Edições 70, 2005.

BONFIM, A. F. Football Feminino entre festas esportivas, circos e campos suburbanos: uma história social do futebol praticado por mulheres da introdução à proibição (1915-1941). Dissertação (Mestrado em História, Política e Bens Culturais). Rio de Janeiro: FGV, 2019.

FERNANDES, N. N. O rapto ideológico da categoria subúrbio. Rio de Janeiro: UFRJ, 1995.

GERSON, B. História das ruas do Rio. Rio de Janeiro: Livraria Brasiliana Editora, 1965.

HEROLD JUNIOR, C.; MELO, V. A. Escotismo e esporte: propostas de educação do corpo no Rio de Janeiro dos anos 1910-1920. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 23, e230045, 2018.

LUCA, T. R. História dos, nos e por meio dos periódicos. In: PINSKY, C. B. (org.). Fontes históricas. São Paulo: Ed. Contexto, 2005. p. 111-153.

MACIEL, L. A. Outras memórias nos subúrbios carioca: o direito ao passado. In: OLIVEIRA, M. P. O.; FERNANDES, N. N. (orgs.). 150 anos de subúrbio carioca. Rio de Janeiro: Lamparina/Faperj/EdUFF, 2010. p. 187-218.

MELO, V. A. Educação, civilização, entretenimento: o Tivoli – um parque de diversão no Rio de Janeiro do século XIX (1846-1848). Revista Brasileira de História da Educação, Maringá, v. 20, e114, 2020.

MENDONÇA, L. C. Nas margens: experiências de suburbanos com periodismo no Rio de Janeiro, 1880-1920. Dissertação (Mestrado em História). Niterói: UFF, 2011.

MIYASAKA, C. R. Os trabalhadores e a cidade: a experiência dos suburbanos cariocas (1890-1920). Tese (Doutorado em História). Campinas: Universidade Estadual de Campinas, 2016.

NEGRO, A. L.; SILVA, S. (orgs.). E. P. Thompson: As peculiaridades dos Ingleses e outros artigos. Campinas: Editora da Unicamp, 2001.

PEREIRA, Leonardo Affonso de Miranda. Footballmania: uma história social do futebol do Rio de Janeiro (1902-1938). Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2000.

SANTOS, J. M. C. M. Revolução Vascaína: a profissionalização do futebol e inserção socioeconômica de negros e portugueses na cidade do Rio de Janeiro (1915-1934). Tese (Doutorado em História). São Paulo: USP, 2010.

SCHWARCZ, L. M. Da minha janela vejo o mundo passar: Lima Barreto, o centro e os subúrbios. Estudos Avançados, São Paulo, v. 31, n. 91, p. 123-142, 2017. Disponível em: <http://www.revistas.usp.br/eav/article/view/141909>. Acesso em: 14 jun. 2020.

SOUSA, R. G. Cinemas no Rio de Janeiro: trajetória e recorte espacial. Dissertação (Mestrado em Ciências). Rio de Janeiro: UFRJ, 2014.

Downloads

Publicado

2021-09-01