LUANDA, PRECISÃO DO OLHAR E CANIBALISMO: GEORG MARCGRAVE E A HISTÓRIA DO ATLÂNTICO SUL

Ineke Phaf-Rheinberger, Luciano Dutra de Oliveira (Tradutor)

Resumo


O objetivo deste artigo é em primeiro lugar reconstruir alguns aspectos históricos da vida e morte de George Marcgrave no contexto do “período holandês” no Atlântico Sul. Por que ele foi ao Brasil e morreu na Angola em Janeiro de 1644? As experiências além-mar de Marcgrave serão enquadradas no âmbito do desenvolvimento dinâmico da precisão do olhar e conectadas ao seu talento como ilustrador de história natural. Isto posto, investigarei a relação de Marcgrave com a imagem do canibalismo, relacionada ao inventário dos arquivos de naturalia e artificialia, que precederam as ciências modernas e, simultaneamente, repousam em sua base. 

Palavras-chave


George Marcgrave; Brasil e Angola; canibalismo

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


________________________________________________________________________________________________________

Apoio:

 

Projeto História está indexada em: