A produção de teses e dissertações do PED - PUC-SP sobre afetividade no contexto escolar

Laurinda Ramalho de Almeida, Andrea J. P. Mollica, Cláudia M. L. R. Saud, Fátima B. M. Cintra, Glaucia C. R. Medrado, Márcia T. C. Necyk, Renata Rainatto, Yuska N. B. Felicio-Garcia

Resumo


O estudo teve como objetivo identificar e analisar a produção de teses e dissertações defendidas no PED-PUC-SP, no período de 1969 a 2009, que priorizaram questões relativas à afetividade no contexto escolar, este concebido como o que envolve acontecimentos inseridos no âmbito da escola. O estudo corresponde a um "estado do conhecimento", consoante o posicionamento de Romanowski e Ens (2006). Foram identificadas 71 pesquisas, sendo 17 teses e 54 dissertações, algumas de cunho teórico e a maioria de cunho empírico. As pesquisas evidenciaram que a maneira de o professor expressar afetividade repercute diretamente no seu aluno, tanto na dimensão cognitiva como na forma de se relacionar com a matéria curricular e com a escola, e que o investimento no aprimoramento das relações interpessoais entre diferentes agentes educativos provoca avanços no desenvolvimento dos profissionais e dos alunos.

Palavras-chave


Afetividade; contexto escolar; estado do conhecimento.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.