Evidenciação de Arrendamento Mercantil Operacional pelo CPC 06 (R2) em Empresas Brasileiras de Capital Aberto na B3

Maria Jucilene Rodrigues Vieira da Silva, Edson de Oliveira, Fernando de Almeida Santos

Resumo


Com a aprovação da Norma Brasileira de Contabilidade Técnica Geral (NBC TG) 03 (R3), que dispõe sobre as operações de arrendamento mercantil, a partir de 1 de janeiro de 2019, as empresas mudaram a forma de contabilização de leasing, portanto devem adotar o na Norma do Comitê de Pronunciamento Contábeis (CPC) 06 (R2), que corresponde ao International Financial Reporting Standards (IFRS) – 16. Com isso, este artigo tem como objetivo principal iniciar uma abordagem descritiva sobre a evidenciação da mensuração dos impactos do IFRS 16 - Leases  e CPC 06 (R2) e suas implicações para a contabilização dos arrendamentos mercantis operacionais nas empresas de capital aberto da B3, do ramo de Consumo Cíclico/Comércio e Diversos, inseridas como NM – Novo Mercado; e como objetivo secundário verificar se há as divulgações em notas explicativas dos arrendamentos mercantis operacionais determinados pelo CPC 06 (R1). Caracteriza-se como um estudo descritivo e bibliográfico, com abordagem qualitativa sobre análise das demonstrações contábeis de empresas selecionadas na amostra. Concluiu-se que a busca pela evidenciação sobre as divulgações dos arrendamentos mercantis operacionais em notas explicativas não está sendo atendido na sua totalidade, mas a maioria das empresas atendem aos requisitos obrigatórios para divulgação. Em relação a mensuração dos impactos trazidos com a nova forma de contabilização e tratamento trazidas pelo CPC 06 (R2) para os exercícios a partir de 2019, verificou-se que a maioria das empresas 63,8%, além de citarem a nova norma, informam que estão levantando e mensurando os impactos para demonstrações contábeis para o exercício de 2019, o que demonstra uma preocupação e comprometimento com o futuro das informações apresentadas.


Palavras-chave


Arrendamento Mercantil; CPC 06 (R1); IAS 17; IFRS16; CPC 06 (R2);

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/2446-9513.2019v6i1p156-177

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2446-9513

 

INDEXADORES