Mise-en-film da fotografia em três documentários brasileiros

Glaura Cardoso Vale

Resumo


Este artigo busca analisar, em três  filmes da cinematogra a brasileira recente, os modos como a fotografia, entendida como dispositivo de rememoração, é colocada em cena, compreendendo-a como rastro da presença de algo que já se tornou ausente. Pretende-se discutir como, ao solicitar imagens retiradas dos “álbuns de família”, corrobora-se a construção de narrativas que dão a ver a biografia de homens e mulheres comuns, reais ou imaginados pelo documentário. Verificar, em metodologias distintas, o exercício político e estético do fazer cinematográfico que expõe as fragilidades e possíveis frustrações na reconstrução de algo longínquo (do ponto de vista do personagem) e desconhecido (do ponto de vista dos autores), por mais presente materialmente que esteja a imagem no ato da rememoração.

 


Palavras-chave


documentário brasileiro contemporâneo; dispositivo; arquivo familiar

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM